domingo, 31 de maio de 2015

Eu sei quem você é


Todas as manhãs um senhor idoso pegava aquele ônibus lotado e descia em frente à uma clínica. Certo dia, uma moça que sempre o observava, perguntou-lhe: – O senhor trabalha nesta clínica?
– Não, respondeu ele, minha esposa está internada aí. Ela tem o mal de Alzheimer.
– Puxa, lamento muito. E como ela está?
– Não está muito bem. Está com a memória bastante prejudicada. Já nem me reconhece mais.
– Mesmo assim o senhor enfrenta este ônibus lotado todos os dias, somente para vim visitá-la.
– Sim!
– Mas, se ela já não o reconhece mais, nem se lembra das coisas, porque o senhor vem todos os dias?
– Ela já não sabe quem eu sou, mas eu sei quem ela é. Ela não se lembra mais das coisas, mas eu jamais me esquecerei dela. 
O amor nunca desanima, porém suporta tudo com fé, esperança e paciência – I Coríntios 13.7
Autor desconhecido.

quinta-feira, 28 de maio de 2015

Qual é a razão convincente para você desistir ?



Muitos são os que desistem da fé, desanimam, deixa de crer, perdem a pureza, e o temor a Deus. Agora se perguntar o motivo, geralmente a pessoa vai sempre buscar um culpado, ou varios culpados. No entanto, o mais dificil é que a mesma, esteja entre os culpados citados... a culpa sempre será de alguém, além dela mesma. 

Uma coisa posso afirmar, é para onde que olharmos, é que vamos seguir... ou quem observamos, que automaticamente copiamos... no caso, você anda para frente... olhando para trás ? creio que não né! Se faz necessario olhar para frente, para que eu avance. Assim como se eu observo muito alguém que tem mal habitos, é natural que eu venha a cometer também os mesmos erros, por exemplo; se meus amigos, bebem, usam drogas entre outros vicios, é normal que cedo ou tarde eu me torne mais um viciado, meus olhos estão nisso, estou observando isso... então irei desejar isso... algum dia com certeza. 

Portanto cuidado com o que permite que seus olhos vejam, isso pode te seduzir e enganar, sem essa de ser forte. Agora se for algo bom, que vai lhe fazer bem, ensinar coisas boas, aí sim deve observar e fixar os olhos, como no caso da palavra de Deus, olhar para Deus, aprender com Ele, ou com os homens de Deus que, ao longo dos anos até hoje, tem sido enviados, para ajudar.


tendo os olhos fitos em Jesus, autor e consumador da nossa fé. Ele, pela alegria que lhe fora proposta, suportou a cruz, desprezando a vergonha, e assentou-se à direita do trono de Deus.

 Pensem bem naquele que suportou tal oposição dos pecadores contra si mesmo, para que vocês não se cansem nem desanimen. Hebreus 12;2,3 

Se quer ser uma pessoa de bem, siga os passos do nosso Senhor Jesus, sabemos que não é facil, mas também sabemos que vale a pena, você já seguiu tanta gente que não lhe acrescentou nada, observou, aprendeu... e agora me de uma razão convincente para você desistir de seguir e servir a esse Deus, que lhe deu esse ar pra respirar, essa vida pra viver e até aqui te manteve de pé, mesmo com lutas, mas quantas não foram as suas vitórias hein !? 

Lembra o que Ele sofreu por mim e por você, antes de falar que não dá, que ta dificil, imagina se foi moleza pra Ele antes, durante a cruz... (o sacrificio) Então faça valer a pena a oportunidade que tem, pois Ele já fez valer muito a pena ! 

Se olhar para o lugar certo, e para a pessoa certa, você não vai desistir !

by Nelsinho A. Quintanilho

quarta-feira, 27 de maio de 2015

Geração de dependentes de álcool?


O consumo cada vez mais precoce e frequente de bebidas alcoólicas ameaça a saúde de muitos jovens brasileiros

“Hoje temos jovens que já buscam tratamento contra a dependência de álcool aos 18 anos. Antes, isso só acontecia aos 40 anos.
Mudou tudo no entorno do jovem: ele tem a pressão dos amigos para beber, o preço barato do produto, a publicidade, o acesso fácil, a lei que não é cumprida, a influência de familiares e a falta de orientação.”
Dados do Ministério da Saúde mostram que 242 pessoas entre 20 e 29 anos morreram em 2012 vítimas de “transtornos por causa do uso de álcool”.
Ana Cecília destaca que o risco de desenvolver dependência de álcool é bem maior entre pessoas de até 24 anos de idade, pois o cérebro ainda não está totalmente formado nessa fase. “No início, alguns jovens ficam mais relaxados e eufóricos com a bebida. Se esse efeito for bem registrado no cérebro, ele já aciona o momento da segunda dose. Então o jovem toma outra dose e aí o cérebro vai ter o efeito real da bebida, que é anestésico. O álcool é uma droga depressora do sistema nervoso central.”
O álcool pode causar falta de coordenação motora, diminuição dos reflexos, confusão, aumento da confiança, lapsos de memória, vômito, instabilidade emocional e dificuldade para entender o que se passa ao redor. Por isso, muitos usuários se envolvem em situações perigosas, como dirigir alcoolizado, participar de brigas ou ser induzido a fazer sexo. Alguns entram em coma e morrem. O consumo frequente aumenta a tolerância, o que leva os usuários a beber cada vez mais.
Propaganda e consumo
Além da influência de amigos e familiares, a publicidade é outro fator que estimula o consumo de bebidas entre jovens. Isso acontece porque muitas propagandas relacionam bebidas ao sucesso profissional, à beleza, à alegria, à juventude, ao encontro entre amigos, à praia e aos esportes, além de explorar a sexualidade. “Estudos mostram que a influência da publicidade de bebidas é muito maior no público jovem, que ainda não definiu os produtos de que mais gosta.
O jovem experimenta bebidas na passagem da puberdade para a adolescência por curiosidade. E a propaganda ajuda a despertar essa curiosidade”, avalia Ana Cecília Marques, acrescentando que muitas crianças afirmam em pesquisas que vão consumir álcool no futuro.
O advogado Felipe Rudi Parize, autor do artigo Os limites para a publicidade de bebidas alcoólicas à luz do Direito contemporâneo brasileiro, aponta que o principal problema é que a propaganda de bebidas de baixo teor alcoólico – como cervejas e ices – não sofre limitação de horário para exibição no rádio e na televisão. “A Lei Murad (Lei nº 9.294/96) só definiu horário para a publicidade de bebidas com teor alcoólico maior que 13 graus Gay Lussac, ou seja, cervejas e vinhos ficam de fora.
Além dessa lei específica, o País conta com o Código Brasileiro de Autorregulamentação Publicitária, que apresenta um sistema completo, mas não tem poder de coerção para as empresas que o descumprem”, avalia.
Parize explica que já existe um projeto de lei que pretende incluir as bebidas com graduação alcoólica a partir de 0,5 grau Gay Lussac nas restrições de publicidade, mas a iniciativa enfrenta pressões da indústria cervejeira. “O projeto 2.733/08 está em regime de prioridade de tramitação, há um empenho para que haja alteração.
O problema é que há um lobby muito grande da indústria para que não haja limitação de horário, porque é certo que isso vai gerar impacto no consumo. Um exemplo claro é o cigarro: a lei mais rigorosa estimulou a diminuição do número de fumantes.” 
Mais orientação
A presença do álcool em confraternizações, propagandas e dentro dos lares leva muitas pessoas a acreditar que as bebidas não representam perigo à saúde. Por isso, um dos caminhos para evitar problemas está na informação. “Os pais devem ir atrás de novos conhecimentos para orientar seus filhos e falar sobre limites.
Precisamos de uma política que envolva famílias, pediatras, escolas, universidades e o sistema de saúde. Se os pais ficarem afastados do assunto, o problema pode aparecer dentro de casa”, diz a médica Ana Cecília Marques.
Outro passo importante começa com a autoavaliação sobre os próprios hábitos. Se a busca do equilíbrio está presente em temas como alimentação, trabalho, família e lazer, o mesmo deveria ser aplicado ao consumo de bebidas alcoólicas.
Antes de ingerir mais uma dose, vale lembrar que tudo que é em excesso faz mal e pode até matar. E com o álcool não é diferente.
DEPOIMENTOS
,“Fui muito zoado porque não bebia”
Marcos Vinícios Vaz de Souza,de 19 anos, estudante de Logística
Na época do ensino médio, alguns alunos levavam bebida para a escola quando tinha festa. Eles levavam escondido em garrafa de refrigerante.
Outros bebiam na frente da escola mesmo, pois compravam em um bar que ficava lá perto. Lembro que eles insistiam para que eu bebesse, diziam que não ia ter problema, para eles era uma brincadeira.
Eu fui muito zoado porque não bebia. Como eles também sabiam que eu tinha uma fé, uma comunhão com Deus, a zoação era maior ainda.
Eu procurava me afastar de quem bebia ou usava drogas.
Resistir é algo bem difícil porque muitos jovens ainda não têm opinião formada, não têm personalidade, e aceitam beber para entrar no grupo.
 ,“Não precisa beber para ser feliz”
Emanueli Canha,de 18 anos, estudante de Publicidade e Propaganda
Na faculdade sempre tem as pessoas que vão para o barzinho.
Elas perguntam por que eu não bebo, insistem para eu ir também.
Existe bastante insistência de amigos para beber, tenho tias que me acham careta porque não bebo. Nunca bebi, prefiro assim.
Acho que não precisa beber para ser feliz ou agradar alguém. Mas já tive curiosidade quando tinha uns 13 anos.
Certa vez, estava na praia com meus primos e todos estavam bebendo vodca. Eles me ofereceram, insistiram.
De início eu queria experimentar, mas depois fiquei com medo. Então, eles me enganaram, misturaram vodca com refrigerante e me ofereceram.
Eu percebi que tinha álcool e joguei fora.
,Bebo todo dia. O que fazer?
Não ter controle sobre o uso de bebidas alcoólicas pode ser sinal de dependência. Se você está nessa situação e não sabe o que fazer, procure a Universal. A reunião da Cura dos Vícios é aberta a todas as pessoas e ocorre aos domingos, às 15 horas. Encontre o endereço mais perto de você na página 20 ou acesse o site universal.org/enderecos
Por Rê Campbell / Fotos: Demetrio Koch e Arquivo Pessoal

segunda-feira, 25 de maio de 2015

A desvalorização feminina

A cada dia que passa tenho me espantado mais e mais como vem crescendo o número de mulheres que não sabem se valorizar. Não se valorizam na roupa que usam não se valorizam na forma que falam e nem muito menos dentro de um relacionamento. Esta sendo gerada cada vez mais uma verdadeira nação de mulheres que não conhecem o seu valor. Isso é um absurdo! Pois Deus quando criou a mulher não era nisso que Ele pensava. Tanto não era, como no livro de provérbios, usou Salomão para expressar o quão valiosa é uma mulher aos seus olhos, trazendo a ideia original que tinha em sua mente quando a criou:

“Mulher virtuosa quem a achará? O seu valor excede o de finas Jóias" (Provérbios 31.10)

O seu valor Mulher excede o de finas jóias. Consegue imaginar o quão valiosa é? O problema, é que por não conhecerem o seu valor, as mulheres acabam fazendo de tudo para ganhar um pouco de atenção. Mostram seu corpo, falam alto, riem alto, saem com vários homens, perdendo totalmente a elegância e moral, para que ao menos uns segundos se sintam valorizadas.

Preste atenção no que vou te dizer agora: Você não precisa disso para ter valor! Você apenas precisar encontrá-lo dentro de você. Pois a medida que você mesmo se valoriza, todos a sua volta vão passar a valorizá-la também. Mas como ser valorizada se nem mesmo você conhece o seu próprio valor?

Seu valor não está em roupas caras, em uma maquiagem perfeita, um corpo escultural ou muito menos no fato de ter um relacionamento. O seu valor estar no seu interior, está em saber se impor, em se guardar, se preservar.

A mulher que não conhece o seu valor se entrega para qualquer um. Suporta um relacionamento abusivo, por achar que nunca encontraria outra pessoa melhor do que esta suporta até mesmo agressões físicas “por amor” que nada lhe acrescenta e só te faz mal.

Escolha hoje aprender a se valorizar, e tudo aquilo que agride o seu valor ou não lhe faz bem, corte da sua vida. Não se submeta a uma vida que te dá valores momentâneos, quando você pode ser valorizada a todo o momento.

Você é valiosa, e qualquer pessoa que te disser ao contrário, não acredite nela.

Vou deixar um vídeo abaixo, para te mostrar o quanto você é importante, não só para Deus, mas para todos que estão a sua volta, só não percebeu isso ainda. 

quarta-feira, 20 de maio de 2015

O lugar de quem diz amar a Deus é...



O Lugar de quem diz amar a Deus é a igreja (casa de Deus).

1 Quão amáveis são os teus tabernáculos, SENHOR dos Exércitos!
2 A minha alma suspira e desfalece pelos átrios do SENHOR; o meu coração e a minha carne exultam pelo Deus vivo!
3 O pardal encontrou casa, e a andorinha, ninho para si, onde acolha os seus filhotes; eu, os teus altares, SENHOR dos Exércitos, Rei meu e Deus meu!
4 Bem-aventurados os que habitam em tua casa; louvam-te perpetuamente.
5 Bem-aventurado o homem cuja força está em ti, em cujo coração se encontram os caminhos aplanados,
6 o qual, passando pelo vale árido, faz dele um manancial; de bênçãos o cobre a primeira chuva.
7 Vão indo de força em força; cada um deles aparece diante de Deus em Sião.
8 SENHOR, Deus dos Exércitos, escuta-me a oração; presta ouvidos, ó Deus de Jacó!
9 Olha, ó Deus, escudo nosso, e contempla o rosto do teu ungido.
10 Pois um dia nos teus átrios vale mais que mil; prefiro estar à porta da casa do meu Deus, a permanecer nas tendas da perversidade.
11 Porque o SENHOR Deus é sol e escudo; o SENHOR dá graça e glória; nenhum bem sonega aos que andam retamente.
12 Ó SENHOR dos Exércitos, feliz o homem que em ti confia.

Um dos  mais lindos salmos, 

Salmos – Capítulo 84

Medite! 

by Nelsinho A. Quintanilho

quinta-feira, 14 de maio de 2015

Ansiedade


A ansiedade atrapalha a vida da pessoa, e assim não foi diferente com Sara (esposa de Abraão), mesmo Deus dando a promessa que ela e Abraão teria um filho, ela tentou passar por cima da vontade de Deus, e pediu que Abraão deitasse com Hagar (serva de Sara) e que gerasse filhos com ela e assim ela se edificaria com os filhos por meio dela (Hagar). Já que Sara ainda era estéril e não podia lhe dar filhos. E então Hagar deu à luz a um filho a Abraão e se chamou Ismael. 

Então veja que Sara passou por cima da vontade de Deus, pedindo que Abraão deitasse com sua serva Hagar, mesmo Deus dando a promessa, que ela (Sara) teria um filho do seu relacionamento com Abraão. E o resultado foi, que por conta de Sara passar por cima da vontade de Deus, ou seja ser ansiosa, a promessa que Deus fez e era pra se cumprir na vida dela, acabou passando a ser e se cumpriu na vida de Hagar, por conta de Sara passar por cima da vontade de Deus. 

Veja que a ansiedade nunca é bom, então não seja ansioso em nada, pois se Deus fez a promessa, Ele será fiel para cumpri-lá, basta você não somente crê mais viver de acordo com a palavra Dele (Obediência) e aí a promessa que Ele fez vai se cumprir, do contrário nada feito.

By: Patrick Erbe


sábado, 9 de maio de 2015

Eu conheço a sua dor...


Aflição e angústia se apoderam de mim; contudo os teus mandamentos são o meu prazer. Salmos 119:143

O mundo pode estar desabando...
Você pode estar nesse momento sem chão... 
O desespero e a agustia querem tomar conta de você...
Eu sei que doí muito...
A decepção machuca muito...
Ninguém está pronto pra perder...
Poderia ser diferente...

Enfim, hoje pode ser muitas as suas lamentações, frases como essas, entre outras tantas não listadas você pronunciou, mas no entanto nada mudou... sabe porque não muda? porque você não mudou...

Aquilo que profetizamos é o que aceitamos viver... quanto mais se lamentar, mais coisas ruins sem perceber você profetiza. 

Que tal experimenta algo diferente? Confiar em Deus, ter prazer mesmo nas lutas, nas tribulação, o meu prazer é saber sem duvidar que tudo que estou passando é para o meu crescimento, que amanhã será melhor que hoje, não estou sozinho, Deus não me desampara e não vou sair envergonhado nem frustado. 

Percebe a diferença na frase acima? não espere comover ninguém com lamentações, nem Deus vai pode fazer nada assim... agora se usar palavras positivas, acreditar no que ninguém acreditar, crer e confiar em Deus e também acreditar em você mesmo que é essencial, já era nada lhe será impossível, e toda e qualquer tribulação será momentânea. 

by Nelsinho A. Quintanilho.

sexta-feira, 8 de maio de 2015

Depender de quem?



Este homem subia da sua cidade de ano em ano a adorar e a sacrificar ao Senhor dos Exércitos, em Siló. Estavam ali os dois filhos de Eli, Hofni e Finéias, como sacerdotes do Senhor. No dia em que Elcana oferecia o seu sacrifício, dava ele porções deste a Penina, sua mulher, e a todos os seus filhos e filhas. A Ana, porém, dava porção dupla, porque ele a amava, ainda mesmo que o Senhor a houvesse deixado estéril. 1 Samuel 1.3-5
Pode uma pessoa estar tanto tempo diante de Deus e permanecer estéril, não tendo um antes e depois para contar? Claro que sim!
Veja que Ana subia todos os anos para apresentar o holocausto e o fazia em porção duas vezes maior que Penina, sua “adversária”.
Entretanto, de lá voltava irritada, chorando, não comia e sabe por quê?
Primeiro: Ela não sabia identificar sua verdadeira adversária, que não era Penina, e sim a sua própria esterilidade, pois era principalmente por isso que Elcana tinha outra mulher.
Segundo: Ana insistia em usar o sentimento, e Deus nunca mudou a vida de alguém pelo tamanho da dor, pois dor tem tamanho e dimensão para o ser humano e não para Ele, que cura e liberta de qualquer situação com a mesma competência. O que faria a diferença seria o tamanho da revolta.
Terceiro: Ela oferecia holocausto duas vezes maior que a outra, mas do que lhe concedia seu esposo e não de alguma coisa gerada por sua própria fé, ou seja, passou muito tempo escondida atrás da fé de Elcana, quando a estéril era ela e, sendo assim, quem tinha que matar este leão era Ana.
Amigo, até dá para compartilhar uma dor, mas não se pode compartilhar uma responsabilidade, e a de mudar esta situação que você está vivendo é sua, como aconteceu com Ana, que só virou o jogo quando resolveu ser independente e reagir com sua própria Fé.
Após terem comido e bebido em Siló, estando Eli, o sacerdote, assentado numa cadeira, junto a um pilar do Templo do Senhor, levantou-se Ana, e, com amargura de alma, orou ao Senhor, e chorou abundantemente. E fez um voto, dizendo: Senhor dos Exércitos, se benignamente atentares para a aflição da tua serva, e de mim Te lembrares, e da tua serva Te não esqueceres, e lhe deres um filho varão, ao Senhor o darei por todos os dias da sua vida, e sobre a sua cabeça não passará navalha.
Demorando-se ela no orar perante o Senhor, passou Eli a observar-lhe o movimento dos lábios, porquanto Ana só no coração falava; seus lábios se moviam, porém não se lhe ouvia voz nenhuma; por isso, Eli a teve por embriagada e lhe disse: Até quando estarás tu embriagada? Aparta de ti esse vinho! Porém Ana respondeu: Não, senhor meu! Eu sou mulher atribulada de espírito; não bebi nem vinho nem bebida forte; porém venho derramando a minha alma perante o Senhor. Não tenhas, pois, a tua serva por filha de Belial; porque pelo excesso da minha ansiedade e da minha aflição é que tenho falado até agora.
Então, lhe respondeu Eli: Vai-te em paz, e o Deus de Israel te conceda a petição que Lhe fizeste. E disse ela: Ache a tua serva mercê diante de ti. Assim, a mulher se foi seu caminho e comeu, e o seu semblante já não era triste. 1 Samuel 1.9-18
Aquela que não podia ter um filho, teve seis. Dependa só de sua fé e deixe de ser estéril!
Deus os abençoe sobremodo!