quarta-feira, 31 de agosto de 2016

Você tem força para resistir à tentação?


“Se procederes bem, não é certo que serás aceito? Se, todavia, procederes mal, eis que o pecado jaz à porta; o seu desejo será contra ti, mas a ti cumpre dominá-lo. ”  Gênesis 4.7
Ninguém é obrigado a cair em tentação. Ninguém cai em tentação sem querer. O pecado jaz à porta. O seu desejo será contra você e é sua respon­sabilidade parar, pensar e dominar suas emoções, seu desejo. Ninguém é levado a cometer algum erro sem que tenha tido oportunidade de escolher.
Por essa razão, é importante permanecer atento às suas atitudes e reações. É importante andar em espírito para conseguir controlar suas emoções. Caso contrário, o desejo do pecado será contra você o tempo inteiro e você não conseguirá se controlar. Mas a responsabilidade continua sendo sua.
Caim ouviu de Deus o que lemos no versículo de hoje. Ele não tinha o Espírito Santo, mas, Deus disse que ele tinha a responsabilidade de dominar o desejo do pecado. Isto é, dominar-se é possível até mesmo para o homem natural. Havia em Caim a força para evitar o mal. Ele poderia escolher. Caim escolheu matar seu irmão por inveja. E colheu maldição como resul­tado de sua atitude. O que parecia mais fácil, ceder ao desejo do pecado, criou dificuldades para Caim pelo resto de sua vida.
Sempre que for tentado, você tem a possibilidade de escolher não cair em tentação. “Aquele, pois, que pensa estar em pé veja que não caia. Não vos sobre­veio tentação que não fosse humana; mas Deus é fiel e não permitirá que sejais tentados além das vossas forças; pelo contrário, juntamente com a tentação, vos proverá livramento, de sorte que a possais suportar. ”(1 Coríntios 10.12,13)
(*) Fonte: livro “O Pão Nosso para 365 dias”, do bispo Edir Macedo

sexta-feira, 26 de agosto de 2016

ALÉM DO DEVER


Um homem foi contratado para pintar um barco.
Enquanto pintava, percebeu que a tinta estava passando por uma fresta no fundo do barco, e decidiu consertá-lo. Terminado o serviço, recebeu seu dinheiro e se foi.
Uma semana depois, o proprietário do barco procurou o pintor e presenteou-o com um belo cheque. O pintor ficou surpreso e falou: – O senhor já me pagou pela pintura do barco.
Ele então respondeu: – Isto não é pela pintura, é por ter consertado o vazamento do barco.
– Foi um serviço tão pequeno, disse o pintor, que eu nem quis cobrar. Por que você está me dando tudo isso?
– Meu caro amigo, quando eu pedi a você que pintasse o barco, esqueci de mencionar o vazamento. Três dias depois, meus filhos, sem me avisar, saíram para uma pescaria em alto mar. Eu não estava em casa naquele momento e fiquei desesperado, pois eu sabia que o barco podia afundar. Você não imagina o meu alívio e minha alegria quando os vi retornando sãos e salvos. Então, examinei o barco e constatei que você o havia consertado! Você evitou que os meus filhos corressem risco de morte! Muito obrigado…
Viste o homem diligente na sua obra? Perante reis será posto; não permanecerá entre os de posição inferior – Provérbios 22.29.

Autor desconhecido.

segunda-feira, 15 de agosto de 2016

A natureza carnal engessa a força interior, tornando a fé racional inoperante


Os filhos da carne são os convencidos de sua conversão. Esse convencimento se dá pelo homem e não pelo Espírito de Deus. A sua natureza carnal neutraliza a fé, apesar de sua religiosidade. Essas pessoas, quando estão na igreja, sujeitam-se ao clima de fé ali existente. Mas, se estiverem em um ambiente contrário à fé, absorverão as dúvidas ali semeadas.
O nascido da carne é como a lua, que não tem luz própria e vive da luz solar. Assim são os filhos da carne; enquanto estão na igreja, a sua fé, aparentemente, está em alta. Acreditam cegamente na Palavra ali pregada. Porém, quando saem daquele ambiente de fé, permitem facilmente a ação das dúvidas. Resumindo: são uma pessoa na igreja e outra fora dela. E, como alguém pretende vencer as suas lutas diárias se não tiver em si mesmo a firmeza da fé?
A luta do ser humano é estritamente espiritual e limita-se ao campo espiritual de cada um, no seu interior. Se o interior for forte, a vitória refletirá no seu exterior; mas, se o interior for fraco, a derrota também será refletida no seu exterior.
A força do interior humano está na fé estabelecida pela Palavra de Deus. É a fé inteligente que diz respeito à razão, ao intelecto, à mente ou ao espírito. Quando Paulo diz que temos a mente de Cristo, está se referindo justamente aos pensamentos do Senhor Jesus. O nascido do Espírito tem os pensamentos de Deus.
Mas o mesmo não acontece com os filhos da carne, pois, apesar de acreditarem em Deus, ainda assim cultivam a fé só no coração, sem o uso da inteligência, ou seja, a fé emotiva. Este tipo de fé é circunstancial e não apresenta resultado. Aí está o porquê de a maioria dos "crentes"viverem à margem, no fracasso total.
A natureza carnal engessa a força interior, tornando a fé racional inoperante. Por isso, o apóstolo Paulo afirma: "Porque, se viverdes segundo a carne, caminhais para a morte; mas, se, pelo Espírito, mortificardes os feitos do corpo, certamente, vivereis." Romanos 8.13)
Podemos entender melhor essa Palavra da seguinte forma: se vivermos satisfazendo a nossa vontade, caminharemos para o inferno. Mas se vivermos satisfazendo a vontade do Espírito Santo, fazendo morrer os nossos desejos pessoais malignos, certamente seremos salvos.
Mortificar os feitos do corpo significa evitar atitudes que contrariem a vontade de Deus. Enquanto estiver "viva", a carne pode ser estimulada pelos espíritos imundos a fazer o que a pessoa não gostaria que fosse feito. Mas, se negar a si mesma, estará mortificando a carne. Consequentemente, as forças espirituais do mal ficarão neutralizadas.
Se a pessoa usar as páginas de pornografia da internet, por exemplo, é óbvio que ela se prostituirá com os olhos. Sobre esse tipo de atitude, o Senhor Jesus diz: "Eu, porém, vos digo: qualquer que olhar para uma mulher com intenção impura, no coração, já adulterou com ela." Mateus 5.28
Ao determinar a si mesmo agir contrariando sua vontade e obedecendo à Palavra de Deus, o Espírito Santo, Realizador do novo nascimento, fará do nascido da carne uma nova criatura.
(*) Texto extraído do livro "Mensagens do bispo Macedo"

terça-feira, 2 de agosto de 2016

Muitos se apegam antes do tempo e confundem amor, com escravidão sexual.


Vivemos em um mundo, que o amor ta se esfriando e por isso, só aumenta o numero de pessoas carentes por ai... que perigo ! E, por se multiplicar a iniqüidade, o amor de muitos esfriará.Mateus 24:12

Pessoas que se entregam a cada dia mais rápido, ou também posso dizer mais fácil, afinal a virgindade já não é mais um tesouro, um preciosidade para as moças de hoje, infelizmente! A carência é grande, ao ponto de que as pessoas usam esse mal para explorar a fragilidade da outra, como quem diz; Eu quero que você prove que me ama se entregando pra mim, ai as pessoas carentes, não querem ficar sozinhas, não podem ficar sozinhas, não aceitam ficar sozinhas, então pela dependência do amor alheio e a falta de amor próprio, estão dispostas a fazer tudo ou de tudo para segurar a pessoa amada.

Me desculpe, mas que burrice não ?! achar que o amor tem que ser provado na marra, de uma maneira tão obrigatório ? espera ai, é amor ? ou escravidão ? assim muitas mulheres ou até mesmo homens, acham que encontraram o amor na outra pessoa, na verdade você não passa de um escravo sexual, a pessoa só quer te usar até cansar e depois que você se apegou, te joga fora. Na minha humilde visão o amor ele é provado com atitudes inesperadas, surpreendentes, sem que o outro ordene, obrigue, mande fazer algo, sem chantagens. Afinal o amor não foi criado por Deus para usarmos e abusarmos de pessoas, é um sentimento puro a qual consiste em querer fazer o outro feliz, o pensamento que fazendo alguém feliz, também ficarei feliz, não existe malicia, maldade e sim honestidade e pureza.

Quando se usa a cabeça e não o coração você começa a entender o amor, não existe uma necessidade de forçar barra, como vejo muitas pessoas querendo aparecer em redes sociais, mostrando que sabe cozinha, que trabalha nisso ou naquilo, que gosta de esportes, que tem alguma atividade física, que cuida do corpo, que cuida da alma, então tem sempre aquela foto na igreja toda semana, enfim ela quer mostrar para os homens que é a mulher perfeita, linda, maravilhosa, de corpo, de alma, de espirito, que bonito né ?! Não !!! que feio, menina carente, desesperada, frustrada... é isso que fica nítido, quando a pessoa quer aparecer demais, não adianta ela só faz mal para si mesmo, pois todos enxergam o seu desespero em arrumar alguém, fica feio, tanto para mulher como foi citada, tanto para o homem quando tem tais atitudes também.

Existe algo maravilhoso que os carentes e desesperados desconhecem, que é o momento do conhecimento, quando você se interessa pela pessoa, você logo quer saber tudo da vida dela, o que ela gosta, o que ela não gosta, ou que ela sabe fazer, ou que não sabe, aonde gosta de ir, aonde não gosta, enfim, são inúmeras perguntas sem respostas, agora quando ela posta tudo que faz, ou deixa de fazer, gosta ou não gosta, você não tem interesse na vida dela, pois a pessoa tem a vida exposta, então o que perguntar ? nada ! só olhar nas rede sociais você já sabe de tudo... ai voltamos ao inicio, a pessoa não guarda a virgindade, não é discreta, é desesperada, é carente, enfim olha quanta coisa negativa a seu favor hein!

Chegou a hora de mudar esse quadro, se você perdeu a virgindade, pelo menos as outras coisas ainda tem como concertar, seja discreta ou discreto, não se desespere, não faça acordos com ninguém, tem uma vida mias privada, que só entre no seu mundo, quem de fato faça por merecer sua confiança, não seja carente, aprenda a se amar, antes de querer amar outra pessoa, entenda o seu valor, antes de querer valorizar outra pessoa, ganhe pontos com você mesmo, se sinta feliz mesmo sozinha, é um caminho para fazer alguém feliz um dia.

Agora que você parou de ser uma pessoa que adora exibir sua vida, deixou de ser carente e desesperada, aprendeu a ter amor próprio, então vamos ao segunda passo. Seja uma pessoa interessante, não se apegue fácil, tudo no seu tempo, antes de namorar, faça um questionário repleto de perguntas, queira saber tudo da outra pessoa, use a cabeça, veja se de fato tem futuro os dois, e como você parou de se exibir, então como interessante que se tornou, obviamente a outra pessoa vai ter interesse pela sua vida, ai sim é hora de falar, somente pra ela é claro, tudo. Entendeu ? se ambos ao se conhecerem no privado, se questionarem com mais de 100 perguntas, usando a cabeça e não o coração, ai sim conseguiram se entender em relação a uma vida a dois, se vale a pena ou não um relacionamento serio, em meios as qualidades e defeitos expostos no questionário. O amor é mais que uma emoção, ele parte da razão ! O amor verdadeiro, planeja a felicidade, constrói a felicidade e melhora a cada dia, virando uma rotina a felicidade na vida do casal inteligente. Chega de se humilhar com paixões, ta na hora de usar a cabeça e deixar o coração de lado, para provar do amor verdadeiro.

O amor não faz mal ao próximo... Romanos 13:10

by Nelsinho A, Quintanilho